Rádio Web do Blog Cristo é o Senhor

Rádio Oficial do Blog Cristo é o Senhor!

(Click na Imagem Abaixo para ouvir a Rádio)

logo-radioCLICK AQUI PARA VER A PROGRAMAÇÃO

Caso Deseje Ouvir a Rádio em Seu Player de Música Click na Imagem Respectiva ao Seu Player!

windowsmp winamp realp qplayer

(Após baixar o arquivo basta dar um duplo click sobre ele e a rádio começará a reproduzir no seu Player)

Graça e Paz Amados!

É com muita satisfação que anunciamos que a Rádio Web do Blog Cristo é o Senhor entrou no ar na última segunda feira, que para a Honra e Glória de Deus será mais um instrumento para levar a Sua Palavra aos quatro ventos.

Como sempre será mais uma parceria entre irmãos e um lugar onde todos os que estão verdadeiramente comprometidos com o Evangelho terão voz e vez, para isso convidamos a princípio o Irmão Vando Itamar e o Irmão Gaspar Noronha para fazerem programas ao vivo que já estão na nossa grade de programação que vocês podem consultar nos links.

Sejam abençoados com a Palavra do Senhor!

EU TAMBÉM VOS ENVIO.

This entry is part 6 of 11 in the series Mensagem I

 PARTE II

images

Nossa missão é Reconciliar.

Ora, tudo provém de Deus, que nos reconciliou consigo mesmo por meio de Cristo e nos deu o ministério da reconciliação, a saber, que Deus estava em Cristo reconciliando consigo o mundo, não imputando aos homens as suas transgressões, e nos confiou a palavra da reconciliação. (2Corintios 5. 18-19 Ilumina Gold 2009)

O apóstolo Paulo ao fala sobre um ministério esquecido pelos lideres modernos, o ministério da reconciliação, cujo qual todo aquele que recebe Jesus em sua vida possui.   A Palavra de Deus está dizendo que por meio de Jesus, Deus estava reconciliando consigo mesmo o mundo, mas para que o mundo tomasse conhecimento deste fato, confiou a seus filhos a Palavra da Reconciliação.

Portanto nossa tarefa não é julgar, apontar, acusar e sim conciliar, para isto é necessário que haja uma aproximação do pecador a fim de que o Espírito Santo por meio da Palavra da reconciliação possa convencê-lo do pecado, do juízo e da justiça.   Se adotarmos uma postura de santidade que nos impeça de mostrar ao pecador o amor de Deus, certamente estamos vivendo e praticando qualquer coisa menos o evangelho.

O apóstolo Paulo usou a palavra “Καταλλαγη” (Katallage) que significa reconciliar, restaurar a benevolência divina sobre alguém, palavra que se origina no termo “Καταλλασσω” (Katallasso), referindo-se a reconciliação entre duas pessoas, quando se restaura, recupera algo passando de uma condição para outra.

Por meio de sua Palavra, Deus nos deu a condição de reconciliar o ser humano com Ele e o que nós estamos fazendo?   Nossa tarefa é reconciliar as pessoas com Deus e não ajudar o diabo a arrastá-las mais rápido ao inferno.

Você é portador da Palavra (Jesus) que pode transformar todos os seres humanos a sua volta.

Jesus espera que você cumpra sua tarefa.

Nossa missão é Representar.

De sorte que somos embaixadores em nome de Cristo, como se Deus exortasse por nosso intermédio. Em nome de Cristo, pois, rogamos que vos reconcilieis com Deus. (2Corintios 5. 20 Ilumina Gold 2009)

Certa feita após uma aula de soteriologia na EBD, uma adolescente me perguntou:

– Não seria melhor morrer no momento em que aceitássemos Jesus, desta forma a salvação estaria garantida.

Respondi.

– Sim, seria!   Mas como seus familiares e amigos iriam conhecer o amor de Deus se você estiver morta (fisicamente).   Como as pessoas iriam saber que as palavras de Deus são reais e verdadeiras se todos os que tivessem contato com a verdade morressem!   Como você conheceria, a final não iria existir ninguém para representar Jesus testificando a seu respeito.

A Igreja é a segunda instituição criada diretamente por Deus, fundamentada na obra de Jesus.   Este mesmo Jesus declarou segundo o evangelho de Mateus no capitulo vinte e oito e versículo dezoito: “Toda a autoridade me foi dada no céu e na terra”, ou seja, Ele recebeu de seu Pai (Deus) total autonomia.

Ide, portanto, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo; ensinando-os a guardar todas as coisas que vos tenho ordenado… (Ev. Mateus 28. 19-20 RA Ilumina Gold 2009)

Não é por acaso que Paulo usa a palavra embaixadores de Cristo, uma vez que o próprio Jesus nomeou sua Igreja para representa-lo na terra.   Ele coloca a Igreja no mais alto cargo que um representante diplomático pode ter junto a outro governo, o embaixador.

Isto mesmo! A Igreja representa não apenas Jesus, mas o reino de Deus na terra, por detrás da Igreja existe um Estado, um reino.   Dito isto precisamos entender o que é a Igreja.

Seria um templo, uma denominação, o corpo eclesiástico, um grupo distinto de pessoas, os cristãos, o que é a Igreja.

Igreja é toda pessoa que aceitou Jesus como Senhor e Salvador de sua vida, tornando-se justificada, regenerada, adotada, pela fé em cristo Jesus, pois nasceu de novo, não pela vontade da carne, mas pela vontade do próprio Deus e por isto caminha na terra tendo por guia o Espírito Santo, crescendo em santidade através de uma vida segundo a vontade (Palavra) de Deus.

QUERIDO IRMÃO, VOCÊ É A IGREJA.

Quem tem ouvidos ousa o que o Espírito diz.

Assim como o Pai me enviou, eu também vos envio. E, havendo dito isso, assoprou sobre eles e disse-lhes: Recebei o Espírito Santo. ( Ev. João 20. 21-22 RC Ilumina Gold 2009)

Jesus sabia que tal tarefa não seria fácil e por este motivo enviou sobre sua Igreja o Espírito Santo, no intuito de que sua obra continuasse.

Receba-o, receba o Espírito Santo em nome de Jesus, receba virtude, receba dons espirituais, receba a Palavra da Reconciliação.

Você é o missionário!

O Espírito do Senhor habita em você, capacitando-o para tal tarefa, pois assim como o Pai me enviou, eu (Jesus) também vos envio a:

TESTEMUNHAR

CONCILIAR

REPRESENTAR, o reino de Deus por meio da vossa fé.

 

Mensagem pregada em Abril de 2013

Culto de Missões, Porto Alegre.

FILHOS DE DEUS

This entry is part 14 of 24 in the series Reflexões I

REFLEXÕES

images (12)

Mas a todos quantos o receberam deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus: aos que crêem no seu nome, os quais não nasceram do sangue, nem da vontade da carne, nem da vontade do varão, mas de Deus. (Ev. João 1. 12-13 RC Ilumina Gold 2009)

O motivo que levou os judeus a perseguirem Jesus levando-o a morte, não foi apenas o que Ele fazia, tão pouco o que Ele ensinava, mas foi o que se tornava evidente por meio de suas ações: Jesus é o filho de Deus, o Cristo, o Messias.

Mais do que nós hoje, os Judeus sabiam quais as implicações e o que significava ser Filho de Deus; a mesma natureza, as mesmas características, por isto tal afirmação era por eles considerada blasfêmia.   A Igreja precisa ter consciência desta verdade, não somos servos como os da antiga aliança, mas filhos de Deus, gerados por meio de uma aliança baseada no sangue do seu Cristo: Jesus.

Filhos! Por meio da fé, porque nós o recebemos como senhor e salvador, nEle somos transformados, adquirindo a condição de filhos, temos portanto no mundo presente a natureza divina em nós (isto é, nascemos de novo).

Deus habita em seus filhos por meio do Espírito Santo, isto no dá a condição de fazermos o que Jesus fez, porque Ele habita em nós.   Se crermos no seu nome, faremos obras maiores ainda disse Ele, não apenas milagres, mas pela sua Palavra transformaremos vidas, dando a estas a condição de um proceder idôneo segundo sua filiação.

Será que estamos conscientes desta verdade…

Será que nossa vida corresponde às expectativas de nosso Pai (Deus).

Observando uma criança notamos em seu aspecto físico e moral algo que corresponde a sua mãe e pai, algo que nos faz lembrar seus genitores, olhos, formato do rosto, jeito de falar, de se expressar, manias etc.

Replicou-lhe Filipe: Senhor, mostra-nos o Pai, e isso nos basta. Disse-lhe Jesus: Filipe, há tanto tempo estou convosco, e não me tens conhecido? Quem me vê a mim vê o Pai; como dizes tu: Mostra-nos o Pai? (Ev. João 14. 8-9 Ilumina Gold 2009 )

A humanidade pode olhar para a Igreja e encontrar algo de nosso Pai?

Como embaixadores de Cristo representamos mais do que sua pessoa, representamos um reino, o reino de nosso Pai.   Como Igreja eu e você podemos dizer ao mundo:

Quem me vê a mim vê a Cristo Jesus.

O mundo só poderá conhecer Deus através daqueles que o representam; seus filhos.

“Tornai-vos, pois, praticantes da palavra e não somente ouvintes”.

ΑΩ