VÓS ORAREIS ASSIM (2/11)

This entry is part 2 of 11 in the series ORAÇÃO

images (48)

Pai nosso, que estás nos céus…

A ideia de “Pai nosso” traz em si uma demonstração de intimidade com o Deus (criador) que é Pai da humanidade, ao mesmo tempo em que revela a existência de uma distância, “que estás no céu”…

Percebemos aqui a existência de fé nas palavras de Jesus, Ele cria na paternidade divina bem como no fato de que mesmo estando no céu (lugar no qual o ser humano não pode chegar) havia sim a possibilidade humana de um relacionamento intimo com Deus.   Esta é na verdade a maior expressão de sua obra: devolver ao ser humano a condição de estar face a face com Deus.

Tendo, pois, irmãos, ousadia para entrar no Santuário, pelo sangue de Jesus, pelo novo e vivo caminho que ele nos consagrou, pelo véu, isto é, pela sua carne, e tendo um grande sacerdote sobre a casa de Deus, cheguemo-nos com verdadeiro coração, em inteira certeza de fé (Hebreus 10. 19-22a RC Ilumina Gola 2009)

Jesus, o sumo sacerdote sobre toda a casa de Deus, abriu um caminho por meio de sua morte para que todo aquele que crer no seu nome possa chegar com ousadia diante de Deus.   A ousadia aqui descrita não tem a ver com audácia, afoitamento ou atrevimento, mas com fé.   Uma das condições que a fé proporciona ao ser humano é a coragem.   Precisamos chegar diante de Deus com coração verdadeiro, com coragem, certeza de fé.

Coragem para que?   Certeza de que?

Certeza de que estamos na presença de Deus, coragem para expormos nossa vida com sinceridade e singeleza de coração, literalmente nos despojarmos de tudo em sua presença.

Muitas pessoas creem em Deus, mas não creem ser possível estar literalmente em sua presença aí está à necessidade de fé.  O texto é bem claro, por meio da fé em Cristo Jesus podemos entrar no santuário, na presença de Deus.

Qual a diferença!   A diferença está na fé salvífica.

A fé natural, a fé que é possível a qualquer ser humano pode sim fazer coisas grandiosas (obras), no entanto não pode levá-lo a presença de Deus.   Somente a fé salvífica pode levar o ser humano à presença de Deus, este é o motivo pelo qual temos na história humana, “agora mesmo”, neste exato momento, pessoas superando limites, escrevendo histórias que ficarão registradas em âmbito humano. Entretanto a Palavra de Deus diz:

Aquele que crê no Filho tem a vida eterna, mas aquele que não crê no Filho não verá a vida, mas a ira de Deus sobre ele permanece. (Ev. João 3. 36 RC Ilumina Gold 2009)

Por este motivo não devemos nos envergonhar do evangelho (boa nova) e sim crer a fim de que tenhamos uma vida de fé.

Porque não me envergonho do evangelho de Cristo, pois é o poder de Deus para salvação de todo aquele que crê, primeiro do judeu e também do grego. Porque nele se descobre a justiça de Deus de fé em fé, como está escrito: Mas o justo viverá da fé. (Romanos 1. 16-17 RC Ilumina Gold 2009)

Esta é a fé que nos dá condição de orarmos, de entrarmos na presença de Deus com ousadia sabendo que o Senhor ouve nossas orações, entendendo que Deus se faz presente no local onde oramos.   A fé é o primeiro elemento necessário na vida daqueles que desejam experimentar ter um relacionamento intimo com Deus.

Quando orarmos, crendo que realmente Deus, Jesus está ali ouvindo nossa oração, receberemos do Espírito Santo as diretrizes para enfrentarmos toda e qualquer situação bem como a força necessária para resistirmos a qualquer força que tente nos sobrepujar.

O resultado de nossa vida de intimidade com Deus irá desencadear a ação do Espírito Santo, não só em favor de nossa própria vida, mas na vida de todos os que estiverem em nossa volta.   Isto significa experimentar o sobrenatural.

A base de nossa vida deve estar na intimidade com Deus, e ele por meio de seu Espírito nos levará a realizar obras que beneficiem não só o povo de Deus, mas a humanidade no sentido de que estes vislumbrem a salvação proposta por meio de Jesus.

As dificuldades da vida e o cotidiano cada vez mais corrido fazem com que muitos esmoreçam na fé, parece que não há um caminho para chegarmos a Deus diante dos dilemas enfrentados no dia a dia, Ele parece cada vez mais distante.

Reaja conforme a Palavra, este é o momento de você voltar-se ao que diz a escritura.

 Fé!   Você precisa ter fé, e em hipótese alguma vacile, recue, abra mão de sua fé segundo o que diz a palavra de Deus: Porque ainda um poucochinho de tempo, e o que há de vir virá e não tardará. Mas o justo viverá da fé; e, se ele recuar, a minha alma não tem prazer nele. Nós, porém, não somos daqueles que se retiram para a perdição, mas daqueles que crêem para a conservação da alma. (Hebreus 37-39 RC Ilumina Gold 2009)

Minha situação é difícil, impossível, pois bem ore a Deus com fé, diante dEle:

“chegue, pois, com confiança ao trono da graça, para que possamos alcançar misericórdia e achar graça, a fim de sermos ajudados em tempo oportuno”. (Hebreus 4. 16 RC Ilumina Gold 2009)

“Tenho passado dias e até semanas prostrado ao chão, orando, silenciosamente ou em voz alta”.

George Whitefield (1714-1770)
Series Navigation<< VÓS ORAREIS ASSIM (1/11)VÓS ORAREIS ASSIM (3/11) >>

Marcado , , , , .Adicionar aos favoritos o permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *